fbpx

Recrutamento inovador baseado em jogos sérios bem-sucedidos

[vc_row][vc_column][vc_single_image image=”771″ img_size=”full”][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Gamificação para uma variedade de situações profissionais

Jogos sérios podem ser extremamente úteis para sua organização. Especialmente com gamificação que é o conceito de aplicar uma mecânica de jogos e design em contextos que não são do jogo. Usando as alavancas do design do jogo, como competição ou curiosidade, esses jogos aumentam a motivação dos participantes para iniciar, seguir e completar tarefas. Eles são aplicáveis ​​a uma variedade de situações profissionais, como educação, treinamento, avaliação, envolvimento com a marca de pessoas e personalizar o processo de caça de emprego para possíveis contratações.

Inovação no processo de recrutamento

Para estar a par das novas tecnologias e transmitir uma imagem corporativa e dinâmica, demostrando que a marca e cultura da empresa acreditam na inovação e criatividade, o que poderia ser melhor do que um jogo de fuga? Hoje, gerentes de RH que estão conscientes da importância da inovação no processo de recrutamento e, portanto, não hesitam em convidar candidatos para um verdadeiro jogo de fuga viabilizam testes de diferentes aptidões humanas e relacionais.

Avaliação de talentos

Dado o seu interesse neste artigo, você possivelmente já está familiarizado com salas de escape ou “escape rooms”. Um grupo de pessoas trancadas em uma sala é obrigado a resolver diferentes tipos de desafios e enigmas durante um período determinado. A análise do comportamento de cada indivíduo e da cooperação na direção à objetivos comuns permite a identificação de habilidades da comunicação, relacionamentos interpessoais, criatividade, habilidades de liderança, curiosidade, espírito de equipe, controle emocional e engajamento em situações desconhecidas.

Maneiras de revelar habilidades fundamentais

1) Jogadores devem tentar, falhar e aprender. Em um ambiente protegido que permite imersão e imaginação. Em essência, não é ganhar que importa, mas sim como se comporta.

2) Os candidatos devem ser capazes de tomar decisões em situações não bem definidas, detectando e caracterizando informações-chave, definindo uma série de cenários, avaliando e agindo. E nunca há apenas uma única resposta certa.

3) O estado cognitivo de um indivíduo é muitas vezes excessivamente estimulado, especialmente em uma situação estressante, como uma entrevista, e um candidato pode se sentir menos capaz de lidar com um desafio de recrutamento mesmo que tenha a habilidade. Gamificação usa a emoção para incentivar os participantes a lidar com desafios.

4) Durante um processo de recrutamento, a empresa tenta avaliar habilidades, conhecimento e comportamento de forma mais rápida possível. Como o currículo da suporte para a analise da experiencia e crescimento profissional, os jogos complementam a analise revelando habilidades emocionais: como empatia, atenção plena e pensamento crítico e outras mais.

Conclusões

Vendo estes pontos, o jogo de escape de tamanho real complementa a grande quantidade de ferramentas disponíveis para os recrutadores. Sendo ideal para testar candidatos em posições mais relacionais do que técnicas, o jogo é parte de um processo de recrutamento real. Muitas vezes proposto aos candidatos que já foram submetidos a uma pré-seleção, também será seguido por uma entrevista na qual o recrutador pode confirmar ou reverter suas impressões do jogo.

Em paralelo a ferramenta permite a representação de uma imagem inovadora e positiva da empresa durante a experiencia do candidato, mesmo que ele falhe. Então, tudo é feito para evitar um depoimento nocivo contra sua empresa de modo que um candidato não selecionado sem êxito permaneça como um cliente potencial.

Você está pronto para experimentar inovações que acompanham o desenvolvimento exponencial no nosso mercado? BeeBrain disponibiliza para você salas temáticas com personagens virtuais que interagem com os participantes ao longo do caminho. Será um prazer conhecer você e agregar valor no seu processo de recrutamento e aprimoramento da sua equipe – que é a base do seu resultado anual.

[/vc_column_text][vc_empty_space height=”38px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/3″][vc_facebook][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_tweetmeme share_via=”BeeBrain__” share_recommend=”BeeBrain__” share_hashtag=”BeeBrain”][/vc_column][vc_column width=”1/3″][vc_googleplus][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space height=”38px”][vc_text_separator title=”Artigos relacionados” title_align=”separator_align_left”][vc_empty_space height=”16px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space height=”5px”][vc_column_text]

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space height=”38px”][vc_text_separator title=”Sobre o autor” title_align=”separator_align_left”][vc_empty_space height=”16px”][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/6″][vc_single_image image=”82″][/vc_column][vc_column width=”5/6″][vc_empty_space height=”5px”][vc_column_text]Sebastian Blank é Fundador e CEO da BeeBrain estabelecido em cooperação com o Founder Institute do vale de silício. Formado em engenheira econômica com 10 anos de experiência na industria automobilística, atuando em vários países, apaixonado por empreendendorismo, culturas, viagens mundiais, esportes, fotografia, inovação e tecnologia.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_empty_space][/vc_column][/vc_row]